Blog

Devo usar meu FGTS de conta inativa para amortizar meu financiamento?

Sim! Atualmente, nenhum investimento possui taxa de remuneração igual ou superior às taxas praticadas no reajuste das parcelas do financiamento, seja ele um crédito direto com a construtora / incorporadora ou contratado junto a uma instituição financeira.

Importante também analisar a forma de contratação do financiamento, para entender se é melhor uma amortização do saldo devedor com a repactuação dos valores no mesmo prazo ou se a antecipação de parcelas se torna mais viável.

Na amortização de saldo, o valor final de cada uma das parcelas mensais sofrerá uma pequena redução, o que pode aliviar o fluxo de caixa familiar.

Já no caso da antecipação, há que se escolher entre um “fôlego de caixa” a curto prazo ou “ganho de juros futuros”. Pois antecipar as parcelas dos meses imediatamente subsequentes ao desembolso traz um “respiro financeiro” ao “cofre” da família. Por outro lado, há um ganho efetivo e expressivo quando se consegue antecipar as parcelas finais do fluxo, pois os juros referentes ao período (contados da data da antecipação até a data de vencimento da parcela) são deduzidos do montante a pagar.

(Juliana Sapelli)